Análise – Orbox C

Para quem gosta de puzzles, Orbox C tem a medida certa de desafios!

Introdução

Desde pequeno gostava de games com puzzles, desde o clássico Tetris, até alguns mais elaborados em que passava tardes jogando (bons tempos de Kula World no PS1 rs)…

Recentemente, tive contato com um game chamado Orbox C, que traz o que tem de melhor nos puzzles, o desafio e mecânicas variadas.

O game possui 8 pacotes (packs) de dificuldades, cada um com 30 fases, totalizando 240.

Instruções de comandos

Som

O game possui uma temática espacial, as músicas seguem essa linha, com temas enigmáticos e alguns até com agitação.

As músicas são eletrônicas, e a pegada delas serve para empolgar o jogador e ajuda-lo a pensar.

Se livrando de labírintos

Os efeitos sonoros são minuciosos, cheio de detalhes, e a execução deles aumenta a profundidade do game com o jogador. Por exemplo, as contagens de bombas, sons ao destruir blocos de gelo, sons de explosão, etc… tudo contribuindo com a imersão na concentração do game.

Coletando estrelas

Gráfico

Os gráficos do game são simplistas, porém cumprem o papel, sendo que a intenção é a imersão com o jogador, fazendo aumentar o foco nos desafios e no pensamento.

Destruindo bombas

Os efeitos gráficos são um show a parte, desde luzes, blocos quebrando, surgindo, tele transportes, etc… Parece que tudo foi pensado para trazer uma suavidade ao game.

Resolvendo vários enigmas

Controles

Os controles do game são simples, você controla um quadrado, e tem que cumprir um (ou vários) objetivos, como por exemplo, coletar todas as estrelas, encontrar uma saída, ligar 4 luzes em volta de um círculo, etc.

A movimentação é feita através da combinação W-A-S-D ou pelas setas do teclado. Porém conforme vai avançando, surgem novos obstáculos e características ao Gameplay, como por exemplo, Bombas com contagem, Blocos de gelo que são destruídos ao tocar, Tele transportes em vários locais, dentre vários outros.

Detonando bombas

Em jogos de puzzle, o que mais é interessante é a mecânica e física de objetos, e nesse ponto, Orbox C, executa tudo com maestria.

A mecânica é exata, e todas às vezes que perdi, foi por erro humano, isso torna o game um excelente Puzzle.

Usando teleportes

Diversão

A lógica é simples, se você gosta de Puzzles, ainda mais os à moda antiga, você provavelmente irá gostar de Orbox C.

O game, apesar de possuir pacotes de fase, cada um com uma dificuldade, no começo ele lembra bastante o clássico Sokoban, onde você controla por cima, e vai solucionando os quebra cabeças.

Ativando luzes para liberar fase

Eu joguei o game até o fim do pacote Average, que já achei um pouco difícil, no total os 8 pacotes são: Easy, Easy 2, Average, Speed, Normal, Filled, Hard e Bonus.

O tempo de gameplay varia entre cada jogador, se o raciocínio lógico for mais rápido, as fases serão executadas mais rapidamente. As fases podem ser concluídas em segundos, ou até mesmo minutos.

Outras informações

Apesar do jogo ser baratinho na loja da Steam aqui no Brasil, o game possui uma demo, que está disponível em download.cnet.com.

Existem vários enigmas a serem executados

Preço

Na Steam, o jogo está R$ 6,29, Clique Aqui para saber mais.

Destruindo blocos de gelo

Considerações Finais

Caso você goste de Puzzles à moda antiga, e quer jogar um game por horas por um preço camarada, Orbox C foi feito sob medida para você.

Caso você tenha receio de Puzzles, talvez seja legal dar uma chance ao game, ainda mais pelo fato dele ser mais barato que um sanduíche.

Orbox foi gentilmente cedido por Arseniy Shkljaev, saiba mais no site progamix.com/PressKit/11/orbox-c .

Abaixo um vídeo de gameplay do nosso canal, se possível se inscreva lá e dê um joinha no vídeo para nos ajudar XD.


Abraços pessoal, até a próxima.

About Daniel Atilio

Analista e desenvolvedor de sistemas. Técnico em Informática pelo CTI da Unesp. Graduado em Banco de Dados pela Fatec Bauru. Entusiasta de soluções Open Source e blogueiro nas horas vagas.

Daniel Atilio

Analista e desenvolvedor de sistemas. Técnico em Informática pelo CTI da Unesp. Graduado em Banco de Dados pela Fatec Bauru. Entusiasta de soluções Open Source e blogueiro nas horas vagas.

Deixe uma resposta