Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Análise – Dead Or Alive 6

Para os fãs dos games de luta, Dead Or Alive 6 chegou (mas será que vai ser memorável?).


Introdução

O sexto torneio do Dead Or Alive (DOA) começou, dessa vez trazendo uma imersão nos relacionamentos dos personagens, sendo que a misteriosa NiCO pretende reviver Raidou assim conseguindo planos para o reavivamento de pessoas.

Enquanto isso, Helena, Zack e o pessoal da DOATec montam o torneio e fazem a investigação nesse trabalho.

Hayate, Ayane, Ryu Hayabusa (Ninja Gaiden) e Kasumi também se envolvem na trama e começam a ir atrás desses problemas causados.

Personagens bem modelados

Som

As músicas do game são memoráveis e continuam excelentes. Para se ter uma noção, em uma missão na Campanha, com a Helena, começa-se a tocar aquela música clássica dela do DOA 2 (da mansão da DOATec).

A dublagem em inglês não achei tão interessante, em alguns momentos não combina com os personagens, até mesmo quando você vê por exemplo, que era pra ser falado “Olá tudo bem”, a boca do personagem se mexe parecendo que falou mais coisas ou menos coisas, causando aquele famoso efeito de Novela Mexicana rs.

O game não possui suporte nenhum ao português brasileiro (nem ao português de Portugal).

Ayane Vs. Kasumi

Gráfico

A parte alta do DOA sempre foram seus gráficos, e esse capítulo não deixa a desejar em nada. O gráfico do game está excelente, com ótimos detalhamentos.

Dessa vez até mesmo exageraram no famoso “fan service” da saga, sendo que facilmente conseguimos ver o suor dos personagens (eu até comentei com minha nega, que achei isso estranho tanto quando vi na BGS quanto jogando no meu Xbox com ela).

Interações no Ambiente

Os detalhes do cenário também foram alterados para manter aquelas mudanças dinâmicas na fase. Apenas senti um pouco de falta de empatia nas expressões de alguns personagens no modo história, talvez pelo game ser em japonês e o idioma secundário ser o inglês, tinha-se a impressão de que a dublagem não combinava com o contexto que estava sendo exibido (conforme falado no tópico anterior).

Um polvo gigante? rs

Controles

Os controles continuam precisos, e a jogabilidade continua sempre muito rápida. Sendo que existe um botão para Defesa, um para Agarrão, um para Soco e um para Chute.

Além deles, existe o botão de golpe especial, que usa de 1 a 2 barras de energia, e pode ser executado ao pressionar RB (R1 no Playstation).

Hayabusa Vs Hayate

Ficou mais fluído a questão de utilizar golpes especiais, sendo que você pode combinar em um Counter agora, ou até executar um Combo.

Dos modos do game, temos de volta o modo história (com várias linhas do tempo). O modo Doa Quest, que serve para você cumprir várias missões e assim aprender movimentos dos personagens. E os modos tradicionais (Arcade, Versus, Time Attack, Training, etc).

Uma coisa que senti falta, que eu jogava (inclusive com minha digníssima) era o módulo de 2 contra 2, sendo que não consegui encontrar e não sei se será disponibilizado no futuro esse modo de game.

Desferindo golpes especiais

Diversão

Como fã da série, sou suspeito para falar, Dead Or Alive sempre foi um jogo de luta focado em agilidade e fluidez, e senti que esse Dead Or Alive 6 se afastou bastante de alguns pontos.

Claro que eles mantiveram o “fan service” da franquia, com personagens e suas roupas sensuais. Porém em questão de jogabilidade, retiraram o modo de luta de duplas e o Loading está muito demorado, sendo que para jogos de luta, isso pode dar aquela desanimada (eu já tinha percebido isso na BGS 2018 quando joguei no Playstation, e parece que não melhoraram a performance).

O modo história, continuou similar ao DOA 5, sendo que cada personagem tem sua linha do tempo, e os eventos acontecem paralelos a linha do tempo principal, e a divisão possui até 7 capítulos.

O retorno do DOA

A campanha do jogo (apenas modo história) leva cerca de 2 horas. Porém a opção de realizar missões (DOA Quest), essa pode demorar, pois são mais de 100 missões, onde são testados combos, counters, etc.

Outra coisa que havia notado, é que a narrativa do game se baseou nos dois últimos games da série, focando nos experimentos do Donovan, as clonagens e reavivamentos. Será que Itagaki faz falta a franquia?

Outras informações

Eu joguei pouco online, porém, mesmo com uma internet boa, o sistema me pareou com um oponente com a internet um pouco mais fraca, o resultado foi que dentro da partida houveram diversos lags do meu adversário.

Outro ponto, foi a falta de jogadores nos servidores, dificilmente encontrava oponentes, e quando encontrava a rede deles caia antes de iniciar a partida (a qualidade da rede deles ficava da metade para baixo).

Caracterizações japonesas

Preço

O jogo tem uma opção gratuita chamada Core Fighters, nela é possível jogar online e algumas outras opções. Porém parte do conteúdo é bloqueado, como o modo história. Além dela, existe o game completo, e o game com as DLCs.

Na PSN, o jogo está R$ 249,90, Clique Aqui para saber mais.

Na Steam, o jogo está R$ 249,00, Clique Aqui para saber mais.

Na Xbox Live, o jogo está R$ 119,00, Clique Aqui para saber mais.

Obs.: Já vi isso ocorrer antes com o Darksiders 3 (da Xbox Live ser mais barata), quando foi anunciado a mídia física, o game subiu de preço na Xbox Live.

O retorno de Raidou?!

Considerações Finais

Caso você seja fã da série, mas fã mesmo, e tenha um Xbox One, aí talvez compense comprar o game. Do contrário, teste a versão gratuita (Core Fighters), e se gostar, prossiga, senão, espere uma bela promoção.

Infelizmente o game possui uma lentidão entre as telas, isso afeta a performance e também a paciência rs… Caso você goste de games de luta no estilo rápido, até compense a experiência, mas vá se acostumando com os loadings (com exceção de um ou outro modo no jogo).

No contexto geral, Dead Or Alive 6 é um bom game da franquia, porém deixa muitos pontos a desejar.

Abaixo um vídeo de gameplay do nosso canal (modo Arcade, na dificuldade Rookie, apenas para demonstrar algumas fases e personagens):

 

 

Gostou do vídeo? Ajude a gente, se inscreva no nosso canal clicando abaixo.

 

Abraços pessoal, até a próxima.

 

About Daniel Atilio

Analista e desenvolvedor de sistemas. Técnico em Informática pelo CTI da Unesp. Graduado em Banco de Dados pela Fatec Bauru. Entusiasta de soluções Open Source e blogueiro nas horas vagas.

Daniel Atilio

Analista e desenvolvedor de sistemas. Técnico em Informática pelo CTI da Unesp. Graduado em Banco de Dados pela Fatec Bauru. Entusiasta de soluções Open Source e blogueiro nas horas vagas.

Deixe uma resposta