Análise – Yooka-Laylee and the Impossible Lair

Vamos conferir a mais nova aventura da dupla Yooka-Laylee.

Sobre o Game

Capital B está de volta, agora ele tem um dispositivo chamado Hipnomeia, para escravizar o reino das abelhas. Assim Yooka e Laylee partem para entrar no covil impossível do Capital B. Nessa aventura eles terão a ajuda da rainha Phoebee e de seu Enxame Real.

Navegação entre as fases

O jogo é de plataforma em 2.5D, similar ao clássico Donkey Kong Country, já o mundo é em 3D com vários puzzles e enigmas a serem desvendados.

Desde que eu joguei o primeiro Yooka-Laylee (inclusive fizemos a análise dele aqui no Aperta o X), eu fiquei de olho no estúdio, por contar com o pessoal que trabalhou em Banjo-Kazooie e Donkey Kong Country.

Pontos Positivos

Assim como citado acima, por ter os mesmos desenvolvedores de jogos clássicos da Rare, a semelhança com Donkey Kong é incrível, e a qualidade também fica acima da média. Além disso, os efeitos sonoros, músicas e jogabilidade, lembram e remetem a trilogia clássica lançada para o Super Nintendo.

Fases repletas de desafios e inimigos

Além desses pontos, uma coisa que achei bem divertido, são as fases e suas vertentes, como se fosse um lado B. Por exemplo, se você jogar uma bola de gelo em um pequeno lago, ele irá congelar e a fase se transforma em um mundo de gelo ao invés de aquático. Isso faz com que o jogo ganhe uma sobrevida. Outro ponto interessante, é que todas as iniciais de cada fase têm a mesma letra, então por exemplo, a fase 1 é Capital Causeway e no lado B ela é Capital Causeway Chaos (nessa fase a letra C começa em cada palavra).

Por último, temos também a utilização de tônicos, que são itens que podem ser usados para conseguir mais penas (moeda dentro do jogo), mudar a aparência dos personagens ou até mesmo dos cenários (como filtro preto e branco, etc).

Pontos Negativos

Infelizmente o jogo não tem suporte ao português, apenas ao inglês, o acaba afetando um pouco a imersão ao game, devido as piadas ou até mesmo as dicas que os personagens dão.

Estilo do jogo lembra Donkey Kong Country

Outro ponto, é a última fase do game, realmente ela não é para qualquer um. Eu fiz todas as conquistas no jogo, faltou apenas passar essa fase e eu acabei desistindo rs… Talvez em breve eu volte a jogar o game e tente encarar novamente esse desafio.

Veredito

Caso você goste da série Donkey Kong Country, é bem capaz de gostar dessa aventura de Yooka-Laylee. É nítido o capricho que tiveram com o game, e ele é muito prazeroso de se jogar. Inclusive deram ele na Epic Games Store.

Do contrário, se tiver receios, tente experimentar o jogo, ou pegue em alguma promoção, lembrando que a última fase é casca grossa.

Confira abaixo um gameplay no nosso canal:

Gostou do vídeo? Ajude a gente, se inscreva no nosso canal clicando abaixo.


Gostou do conteúdo? Se inscreva no nosso site ou acompanhe nossas redes sociais e receba novidades exclusivas clicando aqui.

Abraços pessoal, até a próxima.

About Daniel Atilio

Analista de sistemas e blogueiro nas horas vagas. Pode ser encontrado jogando Tetris por ai.

Deixe uma resposta