Análise – Cruz Brothers

Vamos conferir um pouco sobre esse game de luta brasileiro.

Sobre o Game

Na narrativa de Cruz Brothers, você vive na pele de um professor de artes marciais junto de seus alunos em sua academia, vivenciando sua trajetória, e passando por tragédias pessoais dos lutadores.

Lutas em ruas

O jogo conta com inúmeros modos de game, sendo que o modo história conta com legendas e desenhos muito bem feitos e imersivos.

Pontos Positivos

Conforme citado nos parágrafos acima, o modo história do game ficou excelente, pena que não tem dublagem em português, mas como existem as legendas, fica fácil a interpretação do que está acontecendo.

Lutas em ringues

Além disso, o game continua recebendo atualizações e novos modos de jogo estão sendo adicionados, dando assim uma longevidade maior para o jogo.

Pontos Negativos

Nem tudo são flores, e uma das coisas que mais frustrou a minha experiência no jogo, foram os controles, no caso, digo para executar poderes especiais, eu joguei a versão da Steam, e para fazer clássicos movimentos como Meia Lua e Frente-Diagonal (Hadouken e Shoryuken por exemplo), ora pegava o comando e ora não pegava.

Fases com vários elementos e referências brasileiras

Além disso, o jogo é bem rápido (que é algo bom), porém com isso a movimentação dos personagens ficou um tanto quanto estranha, sendo que as vezes um personagem atravessa e aparece nas costas do adversário.

Veredito

Cruz Brothers acaba sendo um jogo com uma ótima narrativa e dá para se notar que a equipe teve zelo ao criar o projeto. Mas infelizmente ele possui alguns problemas em suas mecânicas e jogabilidade.

Se possível, tente aproveitar em alguma promoção, e a versão da Steam está bem mais em conta do que nos consoles.

Confira abaixo um vídeo de gameplay:

Gostou do vídeo? Ajude a gente, se inscreva no nosso canal clicando abaixo.


Gostou do conteúdo? Se inscreva no nosso site ou acompanhe nossas redes sociais e receba novidades exclusivas clicando aqui.

Abraços pessoal, até a próxima.

About Daniel Atilio

Analista de sistemas e blogueiro nas horas vagas. Pode ser encontrado jogando Tetris por ai.

One thought on “Análise – Cruz Brothers

Deixe uma resposta