Análise – Knights of Pen and Paper +1 Deluxier Edition

Confira a análise do aclamado RPG por Turno brasileiro.


Introdução

Knights of Pen and Paper é um RPG por turnos com estilo Pixel Art, inspirado nos clássicos da década de 90.

Na estória do game, você controla jogadores reais de um RPG de Mesa, que estranhamente começam a entrar dentro do Game, e começam a enfrentar perigos reais que ameaçam não só o reino de Pen and Paper, como nossa realidade.

A edição +1, possui alguns recursos extras, como novas masmorras, mais opções nas lutas, missões novas na campanha, etc.

Aquela pedra do lado superior esquerdo, não é estranha rs… Rei Leão?

Som

As músicas do game são memoráveis, enquanto estava jogando, não percebia, mas logo que desligava o console, a melodia das batalhas, das músicas dos vilarejos, do som de quebrar uma pedra ou dos golpes, ficava na minha cabeça.

Foi algo tão memorável, que me lembrei de quando jogava Pokémon Red, e as músicas de Viridian, Celadon, Poké Center, etc… também ficavam na minha cabeça.

As tartarugas Ninja?

Gráfico

Os gráficos do game são compostos por um excelente Pixel Art, cheio de detalhes nos desenhos, sendo nítido tudo que está acontecendo na tela.

Outro ponto a se ressaltar dos gráficos, é que os Loadings são imperceptíveis, nas transições das telas, as animações que mostram carregando o ambiente são instantâneas e causam muito dinamismo.

Enfrentando os fantasmas do Pac-Man?

As animações são simples, lembrando os antigos RPGs da década de 90, por exemplo, ao utilizar uma magia de fogo, mostra apenas o adversário sendo atingido por uma bola de fogo.

Conversas com NPCs

Controles

Os controles do game são simples, você tem um mapa, com vários pontos (vilarejos, cavernas, florestas, etc). Em cada ponto existem missões secundárias até você completar 100% daquele ponto.

Existem as missões principais (com um ícone de uma estrela), e as viagens entre os pontos são feitas a cavalo).

Essa descrição da vila, é algo do Cavaleiros do Zodíaco?

Ao começar uma batalha, você tem a opção de usar um ataque simples, um ataque especial (que vai sua barra de MP), uma rodada de defesa, utilizar algum item ou correr (deixar a batalha).

Nos menus, é possível comprar itens (botão X), acessar o menu de ações (botão Y), mostrar opções / salvar (botão Select), quebrar pedras (botão Start).

Além disso, cada personagem possui características e golpes especiais que vão evoluindo, por exemplo, a patricinha ganha desconto na evolução de armas e assim por diante.

Ali no canto, é um bloco do Super Mario?

Diversão

Eu me viciei no game de uma forma, que há tempos não ocorria (desde Chroma Squad, também da Behold rs). O jogo é viciante, e quanto mais você evolui e prossegue na história, mais você quer descobrir e saber.

Me peguei jogando por horas o game, e recomendo para todos os fãs de RPG.

Infelizmente, não terminei o game, pois como quase não tenho tempo hoje para jogar por longas horas, evoluí os personagens até cerca do level 40, e empaquei em uma missão, logo após encontrar o Gabe Newell (isso mesmo, da Steam rs), onde ele pede para ir na Masmorra de Gelo. Cheguei a conclusão, que eu precisaria evoluir outras classes, ou utilizar estratégias diferentes.

Segundo o How Long To Beat, a média de horas para terminar a história é cerca de 13 horas.

Olha só, os Game Devs

Outras informações

Assim como nas imagens, o game possui inúmeros Easter Eggs, como o Missing No (Pokémon Red / Green / Blue), Fantasmas do Pacman, referências ao folclore e lendas brasileiras (Saci, Chupa Cabra, etc).

Além disso, nos cenários também, como o escudo do capitão américa no chão de gelo, a pedra do Rei Leão, o balão de vida do Donkey Kong Country… praticamente em cada cenário possui algum Easter Egg.

Inclusive em um dos vilarejos, ele faz até alusão ao cavaleiro de Cisne dos Cavaleiros do Zodíaco.

Encontrando Missing No

Preço

Na PSN, o jogo está R$ 45,90, Clique Aqui para saber mais.

Na Steam, o jogo está R$ 36,90, Clique Aqui para saber mais.

Na Xbox Live, o jogo está R$ 26,95, Clique Aqui para saber mais.

Até o momento da montagem desse artigo, o game não estava disponível na eShop brasileira.

Ali atrás é um escudo? rs

Considerações Finais

Se você gosta de RPG por Turno, não pense duas vezes, abrace o Knights of Pen and Paper, será um prazer jogar o game, e você não notará o tempo passar.

Agora, se você não gosta tanto de RPGs, talvez não seja a melhor escolha pra você, apesar da história excelente e única e sua infinidade de Easter Eggs e piadas.

Abaixo um vídeo de gameplay no nosso canal.

 

 

Gostou do vídeo? Ajude a gente, se inscreva no nosso canal clicando abaixo.

 



Gostou do conteúdo? Se inscreva no nosso site ou acompanhe nossas redes sociais e receba novidades exclusivas clicando aqui.

Abraços pessoal, até a próxima.

 

About Daniel Atilio

Analista de sistemas e blogueiro nas horas vagas. Pode ser encontrado jogando Tetris por ai.

One thought on “Análise – Knights of Pen and Paper +1 Deluxier Edition

Deixe uma resposta