Análise – Chroma Squad

Hoje trago para vocês a análise do RPG Tático inspirado em Power Rangers.

Introdução

Apesar de eu não gostar de RPGs (ainda mais táticos), decidi experimentar o Chroma Squad, principalmente por eu gostar de antigos seriados do tipo Sentai, que resumindo são seriados japoneses com vários personagens “coloridos”, como Goggle Five, Changeman, Flashman e Power Rangers.

No enredo do game, você controla cinco dublês que decidem se demitir e criar um estúdio próprio de TV, produzindo a sua série inspirada em Power Rangers. Com itens como papelão, fitas adesivas e outros recursos, eles conseguem montar equipamentos e armas.

Cada fase é um capítulo que é transmitido na TV, e ao conseguir audiência você ganha fãs e dinheiro para melhorar o estúdio e as campanhas de marketing.

Porém, ao passar as temporadas, os dublês se veem envolvidos em questões mais sérias, o que antes eram apenas gravações entre amigos, começa a ganhar uma trama intergalática rs… Não irei prosseguir mais, por causa dos possíveis spoilers.

Mensagens dos fãs

Som

Começando pelo som do game, assim como os seriados da TV, as músicas são épicas e de fácil memorização. Logo na abertura, existe uma música cantada em japonês e traz toda aquela sensação de volta de quem assistia os seriados de Tokusatsu na Rede Manchete.

Além disso, as músicas das lutas, as lutas com monstros gigantes, as conversas dos atores, tudo combina perfeitamente com a sensação passada no momento.

Criando táticas

Em relação aos efeitos sonoros, eles também tiveram a devida atenção, como por exemplo, quando os atores se teletransportam, atacam, defendem, levam dano, etc todos os movimentos tem sons característicos.

E um ponto interessante na questão de efeitos sonoros é que quando você transforma eles em super heróis (quando eles vestem as armaduras), vem um som que lembra os Power Rangers.

Atores sem estarem “chromatizados”

Gráfico

Todos os gráficos do game são em Pixel Art, desde os menus, a arena das lutas e a luta com o robô gigante. Um ponto que achei interessante na questão dos gráficos, é que o jogo é recheado de easter eggs e piadinhas, e muitas das vezes usam cenários e partes dele.

Um exemplo, é na fase do lixão, onde na pilha de sucatas, podemos notar o Alpha dos Power Rangers.

É você, Alpha? rs

As animações dos personagens também são bem fluídas, como no chefe que está vestido de dinossauro Barney, e dentro dele tem um ser reptiliano com uma arma rs.

Escolhendo uma agência de publicidade

Controles

Os controles do game são simples, sendo que:
A – Você escolhe um dos quadrados disponíveis para movimentação ou ataque dos adversários
Y – Você fica segurando a posição, isso serve para atacar um inimigo em dupla / trio / equipe, ou pular a distâncias longas
X – Ao atingir a audiência necessária, é possível usar a função Chromatizar (faz os heróis se transformarem com as armaduras). Após estarem com as armaduras, o botão X também serve para utilizar poderes especiais, como armas, curar aliados, etc

Enfrentando o Barney no estúdio do Jô? rs

No jogo você tem temporadas e episódios, sendo a cada 3 episódios você deve fazer um contrato de marketing com alguma empresa, que pode potencializar seu dinheiro ou novos fãs. No caso você deve evitar perder fãs, ao mesmo tempo em que ganha audiência e consegue dinheiro para melhorar o estúdio.

Tudo isso fica disponível no menu entre a finalização de um episódio e outro.

Lendo e-Mails e trocadilho com os heróis Gavan, Sharivan e Shaider

Diversão

Mais uma vez, ressalto que não gosto de RPGs, porém Chroma Squad conseguiu me prender com sua narrativa, que foi o primeiro RPG Tático que joguei, que gostei e zerei. O jogo é extremamente divertido e prazeroso, muitas das vezes, um episódio que leva cerca de 20 minutos ou mais, eu não percebia o tempo passando de tão gostoso que era jogar.

Talvez seja todo o trama por trás, ou a comédia envolvida, como por exemplo, uma vilã que se chama sereia, mas é uma mulher de biquíni com cabeça de peixe. Ou um vilão que claramente satiriza o Bob Esponja com um caramujo na cabeça rs…

Claro que provavelmente, muitas das piadas passaram despercebidas, mas outras eu sorria como uma criança quando fazia sentido ou quando eu entendia, como por exemplo, um chefe que se denominava algo parecido com Napoleão, e ele solta uma frase que “a Rússia seria a próxima vítima”. Pode parecer um humor simples, mas me divertiu muito.

Usando poderes nos adversários

Além disso, o game é bem inteligente, tem uma sistemática de e-Mails, e quando você responde algum e-Mail e vem outra resposta, faz sentido com o contexto do game (pessoas oferecendo ajuda, outros apenas criticando, etc).

O jogo tem 6 temporadas, sendo que cada temporada pode variar o tempo, mas pode ser desde 40 minutos até 2 ou mais horas. Eu zerei o game com cerca de 12 horas e meia.

Outras informações

Chroma Squad é um jogo brasileiro do estúdio Behold, que teve uma campanha bem sucedida no Kickstarter.

Porém, conforme o jogo evoluía, a Saban detentora dos direitos dos Power Rangers, ameaçou processar o estúdio se lançassem o game sem a participação deles no lucro. A Behold então fez um acordo com a Saban, de usar a referência a Power Rangers, em contrapartida a Saban querendo ganhar um dinheirinho também, mexeu uns pauzinhos para a Bandai Namco ser a publisher do game.

Apesar de terem acertado com a Saban (que comprou os direitos da Toei para produção dos Power Rangers, VR Troopers, entre outros no ocidente), em países com participação da Toei Company, como o próprio Japão, o jogo não chegou ao mercado, apenas em países com participação da Saban. Existe uma notícia retratando isso no site Overloadr.

Bob Esponja? rs

Preço

Na PSN, o jogo está R$ 45,90, Clique Aqui para saber mais.

Na Steam, o jogo está R$ 27,99, Clique Aqui para saber mais.

Na Xbox Live, o jogo está R$ 59,00, Clique Aqui para saber mais.

Encontrando o conselheiro dos heróis, o Cérebro

Considerações Finais

Chroma Squad é bem divertido, e pode ser apreciado por qualquer pessoa que seja fã de seriados Sentai. Apesar do jogo ser um RPG Tático, a narrativa e enredo empolgam e conseguem prender a atenção do jogador aos detalhes.

Agora se você realmente não gosta de RPG Táticos, só pegue o game se gostar da temática de heróis.

Para Steam, está com um preço padronizado no nosso mercado, agora para os consoles, talvez o ideal seria esperar uma promoção.

Abaixo um vídeo de gameplay do nosso canal, se possível se inscreva lá e dê um joinha no vídeo para nos ajudar XD.



Bom pessoal, por hoje é só.

Abraços e até a próxima.

About Daniel Atilio

Analista e desenvolvedor de sistemas. Técnico em Informática pelo CTI da Unesp. Graduado em Banco de Dados pela Fatec Bauru. Entusiasta de soluções Open Source e blogueiro nas horas vagas. Autor do projeto Terminal de Informação, onde são postados tutoriais e notícias envolvendo o mundo da tecnologia.

Daniel Atilio

Analista e desenvolvedor de sistemas. Técnico em Informática pelo CTI da Unesp. Graduado em Banco de Dados pela Fatec Bauru. Entusiasta de soluções Open Source e blogueiro nas horas vagas. Autor do projeto Terminal de Informação, onde são postados tutoriais e notícias envolvendo o mundo da tecnologia.