Podcast #27 – Conversa com Desenvolvedores!

Bora ouvir um podcast?

Olá amiguinhos, é com muito prazer que publicamos o episódio de número 27 do nosso podcast!! E dessa vez reunimos um time de desenvolvedores de jogos aqui do Brasil para discutir os desafios e glórias de trabalhar nessa área que tanto amamos por aqui!

Links comentados no programa

Página da Steam do jogo Dungeon Crowley

Site da Animvs

Facebook da Animvs

Página da CleanWaterSoft

Campanha da CleanWaterSoft no Apoia-se

Página da Steam do jogo Adore

Site da Cadabra Games

@cadabragames no instagram, facebook, twitter

Site da Ignite Game Studio

Participantes

Leandro Lambertini | Rafael Achôa | Daniel Atilio

Convidados Especiais

Andrei Daldegan(Animvs) | Thiago Targino(Cadabra) | Matheus Mazuqueli(Ignite) | Alysson Neto (CleanWaterSoft)

Por enquanto é isso um abraço!

About Leandro Lambertini

Nerd caipira do interior de São Paulo, aspirante a músico, amante do cinema e dos games.

One thought on “Podcast #27 – Conversa com Desenvolvedores!

  1. Gostaria de agradecer mais uma vez ao convite para esse Podcast do Aperta o X, foi uma honra muito grande.

    Também foi uma grande honra conhecer outros desenvolvedores nacionais com um trabalho de tão alto nível como o pessoal da Animvs, Cadabra e Ignite.

    Grande abraço para todos vocês!

    1. Júnior, eu também gostaria de fazer algo “mais elaborado”, só que é tanta taxa, tarifa, imposto, etc (e no topo ainda vem a ingratidão da pirataria) que fica impossível fazer algo melhor sem retorno financeiro para investir. =/

      Shovel Knight mesmo arrecadou $311,502 (na época equivalia a uns R$700,000) no Kickstarter só pra ser produzido no estilo 8-bits e por uma equipe de 7 pessoas. Quanto você acha que uma desenvolvedora precisa hoje pra fazer algo ao nível de um Dark Souls por exemplo?

    2. O interessante de se viver em sociedade, é que todos os gostos e públicos podem ser saciados.
      Cada pessoa pode julgar os aspectos positivos e negativos de um game, mas às vezes, por caprichos, deixamos de apreciar pérolas por causa do apelo visual usado.
      Obrigado pelo comentário.
      Abraços jovem.

Deixe uma resposta