A evolução do Hack and Slash

Hoje vamos conferir a evolução do subgênero Hack’n Slash.

Antes do termo Hack’n Slash se popularizar, ele começou lá atrás ainda nos RPGs de mesa. Hoje o termo é usado como subgênero no mercado de games, definindo jogos que possuem ação com espadas, desde jogos frenéticos como Devil May Cry, em jogos Musou como Disnaty Warriors e até em jogos com elementos de RPG Souls-like como Dark Souls.

Mas como surgiu o termo, e como ele foi ganhando forma com o passar do tempo? Venha conosco nessa matéria para vermos a evolução.

Surgimento do termo

O termo Hack’n Slash, algo como cortar e golpear em português, surgiu pela primeira vez, no jogo de RPG de mesa, Dungeons & Dragons. Mais precisamente na revista D&D Magazine.

Dungeons & Dragons

Eles utilizaram, para descrever personagens sem muita estória, sendo usados mais para ações e lutas.

Logo, o termo começou a ser bem utilizado nos RPGs de mesa, e consequentemente, começaram a utilizar nos jogos.

Primórdios nos games

Durante a década de 80, um estilo de game começava a fazer sucesso entre os jogadores, que era o Beat’em Up, aquele com ação lateral. Entre os games nesse estilo, surgiu alguns com utilização de espadas e golpes corpo a corpo, sendo que um dos mais famosos foi o Golden Axe.

A partir disso, as revistas e pessoas, começaram a utilizar o termo Hack’n Slash no game da SEGA, e em games onde tinha espada e ação desse tipo, também usavam o termo.

Ninja Gaiden 2

Só que dois games se destacaram nesse termo, e começaram a definir o futuro, Ninja Gaiden e Prince of Persia. Apesar da diferença na ação, ambos os games possuíam um protagonista, com uma espada e com estratégias diferentes de vencer inimigos e obstáculos, estava nascendo aí a premissa do subgênero.

Anos 2000 e a popularização do termo

Apesar do sucesso de ambos os games, e inúmeros jogos parecidos, a evolução só foi vir anos depois, no final da década de 90 e no começo dos anos 2000. Vários games fizeram certo sucesso de público, como Tenchu e Onimusha, mas existiram 4 games que definiram o Hack’n Slash para sempre.

Devil May Cry

Os 4 games em questão, foram:

  • Devil May Cry (2001) – Considerado como o pioneiro no sistema de combos, esquivas e ataques, ele definiu o ritmo frenético em lutas
  • Prince of Persia: The Sands of Time (2003) – Com a chegada de puzzles e enigmas envolvendo inimigos, trouxe áreas mais calmas para os combates
  • Ninja Gaiden (2004) – Com sua dificuldade elevada, trouxe desafios e forçou jogadores a pensarem em estratégias para vencer os chefes
  • God of War (2005) – Através de aprimoramentos de armas e a adição de quick time events, se tornou um marco na indústria

Através desses 4 games, muitos jogos surgiram sendo influenciados (como a série Assassin’s Creed), ou até mesmo copiando fórmulas e mudando alguns conceitos (como Dante’s Inferno, Bayonetta e Castlevania: Lords of Shadows).

Porém, o estilo começou a se desgastar, e precisava de uma reinvenção…

A importância da From Software

A From Software, hoje é uma empresa renomada, mas no passado seus jogos eram de nicho. Inclusive eles foram pioneiros no subgênero Hack’n Slash, com o game Tenchu.

Além de Tenchu, a From Software, produziu em parceria com a SEGA, a franquia Otogi e Ninja Blade, dois games que possuíam elementos que consagraram outros games de Hack’n Slash. Mas tudo começou a mudar em 2009, com a chegada de Demon’s Souls.

Dark Souls

O jogo possuía uma dificuldade desafiadora, e explorava a junção de elementos de RPG com Ação, e devido ao sucesso veio a série Dark Souls, e com ela vimos um novo patamar do subgênero.

Antes os jogos copiavam a fórmula do God Of War e Devil May Cry, agora eles estavam copiando a fórmula do Dark Souls, inclusive o game Darksiders, onde o 1 era mais parecido com os Hack’n Slash do meio dos anos 2000, e o Darksiders 3 é mais parecido com Dark Souls.

O Hack’n Slash hoje

Por se tratar de um subgênero, que é utilizado em jogos de Ação, RPG, etc… Ele está em constante evolução, e apesar de ter ficado um tempo na mesmice, recentemente vimos que o folego, e o público pedem por jogos Hack’n Slash.

Nioh

Exemplos como Nioh, Nier Automata, o novo God of War, Devil May Cry 5, Sekiro e muito mais provam que o mercado está vivo e em constante mudança.

E você, qual jogo com elementos de Hack’n Slash mais gostou até hoje? Deixe nos comentários.

Referências:


Gostou do conteúdo? Se inscreva no nosso site ou acompanhe nossas redes sociais e receba novidades exclusivas clicando aqui.

Abraços pessoal, até a próxima.

About Daniel Atilio

Analista de sistemas e blogueiro nas horas vagas. Pode ser encontrado jogando Tetris por ai.

One thought on “A evolução do Hack and Slash

  1. Bons tempos de Ninja Gaiden 3 o meu preferido da série 8 bits!!!! Golden Axe 2 é outro clássico que tanto gosto…atualmente estava eu jogando Sengoku 3 e é no estilo, não zerei porque achei muito demorado detonar os inimigos. Dependendo do jogo, esse estilo de jogabilidade faz com que demore a chegar ao fim do jogo…foi o que aconteceu quando estava jogando Sengoku 3. Outro clássico seria Tartaruga Ninja 3…muito demorado para detonar os inimigos e isso as vezes desanima. Estava eu jogando Nioh, e…joguinho difícil, bons gráficos e que tem uma boa jogabilidade e exige um certo tempo para poder pegas as ¨manha¨do jogo. valeu!!!!

Deixe uma resposta