Análise Ghost of Tsushima

Um conto de vingança Samurai no Japão Feudal.

Sobre o jogo

A tarefa de encerrar a geração de jogos exclusivos no Playstation 4 ficou à cargo do estúdio Sucker Punch responsável pelas séries Sly Cooper e InFamous com Ghost of Tsushima que narra a história de vingança do samurai Jon Sakai.

No século XIII quando o Império Mongol iniciou a expansão e conquista no oriente, a ilha de Tsushima é a única que ainda não foi tomada pelo implacável General Khotun Khan. Em meio a destruição causada pela invasão, um dos últimos sobreviventes do seu clã Jin vai ser obrigado a fazer o que for preciso, para retomar seu lar e libertar o povo.

Jin vai ser obrigado a abdicar de suas tradições e do caminho que moldaram como um guerreiro Samurai para aprender o caminho do fantasma.

As belíssimas paisagens impressionam.

Pontos Positivos

A recriação da ilha de Tsushima, nos presenteia com belíssimas paisagens em um mundo aberto com ricos detalhes, personagens bem desenvolvidos e vamos descobrir os segredos e a beleza oculta de Tsushima.

O vasto mundo do jogo tem muitas missões e o estúdio com certeza acertou já que essa geração teve muitos jogos em muito aberto com muita repetição pra estender o tempo de jogo e um mundo enorme e morto é muito chato de explorar, algo que com certeza não acontece aqui.

A interface do jogo é extremamente minimalista e só um ícone bem pequeno no canto da tela mostra a saúde do jogador e pra guiar o personagem não temos nenhum ícone pra poluir a paisagem do jogo e sim temos de nos guiar pelo vento e por pequenos pássaros que nos guiam até os pontos não descobertos no mapa.

O sistema de combate é extremamente refinado e faz jus â temática, temos a opção de enfrentar os inimigos no mano a mano ou optar por seguir stealth, o jogo vai recompensar o jogador não importando como preferir jogar. Se optar por seguir o samurai vai encontrar um combate bem cadenceado e preciso, se o fantasma for sua preferência vai encontrar uma inteligência artificial desafiadora e diversas formas de dar cabo dos inimigos mongóis.

O caminho do fantasma

Pontos Negativos

Os pontos negativos são poucos e nenhum chega a atrapalhar ou estragar e experiência, em algumas animações as texturas dos personagens ficam com uma qualidade muito baixa e infelizmente as quedas de FPS também está presente em alguns momentos.

Veridito

Ghost of Tsushima mostra que o estúdio Sucker Punch aprendeu com os erros de outros jogo do gênero e nos presenteia com uma narrativa envolvente, mundo espetacular e ainda uma homenagem digna ao cinema Japonês até mesmo com um modo intitulado “Kurosawa Mode”(deixa o jogo com um efeito preto e branco) em homenagem ao cineasta japonês Akira Kurosawa, considerado um dos melhores cineastas de todos os tempos.

Abaixo o vídeo do início da Gameplay do jogo no Playstation 4 Pro com dublagem em Português.

Gostou do vídeo? Ajude a gente, se inscreva no nosso canal clicando abaixo.

Gostou do conteúdo? Se inscreva no nosso site ou acompanhe nossas redes sociais e receba novidades exclusivas clicando aqui.

Até a próxima 👍🏽👍🏽

About Rogerio Andrade

Pai em tempo integral, YouTuber e gamer nas horas vagas.

One thought on “Análise Ghost of Tsushima

Deixe uma resposta